PIAUI GOSPEL PICOS 1
PIAUI GOSPEL PICOS 2

Após censura, Facebook pede perdão a Franklin Graham

Evangelista americano teve sua conta suspensa na rede social por criticar banheiro transgênero

Por Redação em 03/01/2019 às 11:10:03

O evangelista americano Franklin Graham teve seu perfil do Facebook temporariamente bloqueado em função de uma de suas publicações. A rede social acusou o religioso de violar os termos de serviço e de promover um discurso de ódio após ele ter criticado um banheiro transgênero.

Com mais de 7 milhões de seguidores, Graham percebeu que o post tinha sido apagado e que não estava conseguindo acessar a conta. Usuário de outras redes, como Twitter e Instagram, ele se manifestou e acusou o Facebook de censura, visto que considerou a represália como uma restrição a sua liberdade de expressão.

O caso ganhou destaque na mídia e 24 horas depois da reclamação de Franklin, a rede social liberou seu acesso. O Facebook emitiu ainda um pedido de desculpas para o evangelista, afirmando que cometeu um erro.

- Agradeço e aceito o pedido de desculpas. Eu encorajo a todos, inclusive o Facebook, a permanecer na Palavra de Deus e em sua verdade - escreveu Graham em um novo post do Facebook.

 

Fonte: pleno.news