PIAUI GOSPEL PICOS 1
PIAUI GOSPEL PICOS 2

Homem prega Evangelho na prisão, após ser detido na China: `Todos queriam ouvir´

Mesmo estando entre os 100 cristãos presos na China, ele aproveitou o tempo detido para pregar aos criminosos

Por Redação em 29/12/2018 às 13:23:07

Um dos 100 fiéis de uma igreja na China, que foram presos pelas autoridades no dia 9 de dezembro, falou sobre a oportunidade que eles têm tido de pregar o Evangelho na prisão.

Wang* ainda não é batizado, mas foi preso por sua esposa fazer parte da igreja Early Rain Covenant, que foi interditada pelas autoridades chinesas no início do mês.

Ele ficou detido por cinco dias e seu testemunho foi compartilhado em uma página de apoio à denominação no Facebook. "Havia 11 leitos e 31 pessoas na cela. Todos ali ansiosamente queriam ouvir o Evangelho. Todos pediram que ele desse seu número de telefone, e ele deu", afirma o texto.

Alguns dos presos eram traficantes de drogas e queriam o contato de Wang para levar suas esposas à igreja, assim que deixassem a prisão. "Todos eles o chamavam de professor Wang. Ele contou sobre o Evangelho e eles adoraram ouvi-lo. Enquanto alguém estivesse disposto a falar, eles gostavam de ouvir", relata.

"Quando chegou a hora de Wang sair, os outros não queriam que ele fosse embora. Eles pegaram uma chaleira, colocaram água quente dentro dela e [...] disseram: "Professor Wang, você está indo embora e não queremos que você saia. Vamos lavar seus pés"", acrescentou o texto.

"Esta foi uma ocorrência incomum lá. A banheira de plástico que eles usaram para lavar os pés tinha um vazamento, então eles o bloquearam com uma toalha para lavar seus pés. Wang ficou profundamente comovido", completou.

De acordo com a página, quando as irmãs da igreja ouviram esse testemunho, também ficaram profundamente comovidas. "Elas pensaram em seus maridos, que são todos bons oradores, e perceberam que há muitas pessoas ansiosas para ouvi-los. Elas sabiam que Deus claramente os enviou para as pessoas daquele lugar".

Uma das mulheres, a Sra. Su, declarou: "Acho que podemos descrever isso como faminto e sedento por retidão. Cada pessoa está ansiosa para ouvir alguém falar sobre o Evangelho, falar sobre a Verdade".

Fonte: cpadnews.com.br