Viemos mostrar que o Brasil mudou

Esta é a primeira viagem internacional de Bolsonaro desde sua eleição e ele tem um discurso programado para o primeiro dia do fórum.

Por Redação em 22/01/2019 às 09:06:13

O presidente Jair Bolsonaro chegou a Davos, na Suíça, nesta segunda-feira (21). O Fórum Econômico Mundial reúne 70 chefes de Estado entre esta terça e sexta-feira. Ao todo, são 250 autoridades mundiais.

Ao chegar à cidade, falou com a imprensa. Ele afirmou que o governo tratará de estratégias para a economia, que defendeu "não ter viés ideológico".

Nós queremos mostrar, via nossos ministros, em especial, que o Brasil está tomando medidas para que o mundo restabeleça a confiança em nós. Que os negócios voltem a florescer entre o Brasil e o mundo sem o viés ideológico, que nós podemos ser um país seguro para investimentos e, em especial, a questão do agronegócio, que é algo muito importante para nós. Queremos ampliar esse tipo de comércio. Estamos aqui para mostrar para eles que o Brasil mudou - declarou.

Bolsonaro também negou anúncios sobre privatizações e respondeu a perguntas sobre a Venezuela.

- Esperamos que rapidamente mude o governo da Venezuela - defendeu.

COMITIVA
O presidente da República viajou com os ministros Ernesto Araújo (Relações Internacionais), Paulo Guedes (Economia), Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública), Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

O deputado federal eleito Eduardo Bolsonaro, filho do presidente, também integra a comitiva. O tema do Fórum é "Globalização 4,0: moldando uma arquitetura global na era da quarta revolução industrial".

Esta é a primeira viagem internacional de Bolsonaro desde sua eleição e ele tem um discurso programado para o primeiro dia do fórum. Ele irá abordar a Reforma da Previdência, o livre-comércio e combate à corrupção. O vice-presidente Hamilton Mourão assumiu o cargo interinamente.

Fonte: pleno.news