Odebrecht entregou dinheiro em espécie a Lula afirma Palocci em depoimento

O ex-ministro afirmou que o episódio foi presenciado por um motorista.

Por Redação em 19/01/2019 às 07:35:31

O ex-ministro dos governos do PT, Antonio Palocci, afirmou, em acordo de delação premiada, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria recebido dinheiro vivo da Odebrecht. A informação sobre o pagamento da propina está em um termo da primeira delação de Palocci fechada com a Polícia Federal (PF) de Curitiba. As informações foram dadas pelo portal G1.

O depoimento foi dado pelo ex-ministro no dia 13 de abril de 2018, na Superintendência da PF em Curitiba. Já a homologação aconteceu no em junho. Nesta quinta-feira (17), o depoimento de Palocci foi anexado a um inquérito da PF relacionado à Usina de Belo Monte.

De acordo com o ex-ministro, Lula teria recebido a propina em dinheiro vivo com valores que chegavam à cifra de até R$ 80 mil. Ele teria pedido ainda a Palocci que não contasse a ninguém sobre os pagamentos feitos pela Odebrecht. O total chegaria a R$ 15 milhões. Além disso, o ex-presidente teria recebido dinheiro por obras da Usina de Belo Monte, no Pará. E a ex-presidente Dilma Rousseff, antes de se eleger, soube de pagamentos feitos pela Andrade Gutierrez.

Em depoimento, Palocci ainda "recorda-se de episódio de quando levou dinheiro em espécie a Lula dentro de caixa de whisky até o Aeroporto de Congonhas, sendo que no caminho até o local recebeu constantes chamadas telefônicas de Lula cobrando a entrega".

O ex-ministro afirmou que o episódio foi presenciado por um motorista.

Fonte: pleno.news